Cuiabá (MT), 15 de junho de 2021 - 17:49

? ºC Cuiabá - MT

ELEIÇOES

07/10/2020 05:56 www.rdnews.com.br

MAIS NOVOS DE MT: Aos 18, candidatos de Alta Floresta e de Tangará buscam renovação e representatividade

Quase 70 anos separam os candidatos mais novos do mais velho a se colocar à disposição da população nas eleições municipais de 15 de novembro, em Mato Grosso. Apesar das gerações totalmente distintas, as motivações para disputar um cargo eletivo se assemelham. Buscam a renovação, representatividade nos cargos públicos e fogem da familiocracia tão presente no país.

 conversou com dois dos 14 candidatos que completaram 18 anos em 2020. Mesmo não tendo participando efetivamente da política antes disso, afirmam que não esperavam a hora de completar a maioridade para poder disputar uma vaga nos legislativos municipais. 

Em Alta Floresta, a candidata a vereadora Fernanda Fernandes (Podemos), aposta na sua juventude para levar novas ideias para a política. Sem políticos em casa, a estudante conta que desde cedo acompanha o cenário político de Mato Grosso e do país.

“Vejo que nós precisamos de mudanças, ideias novas e pessoas que querem fazer a diferença. Assim como recebi a oportunidade e convite para participar dessa eleição, quero incentivar mais jovens a participarem e terem interesse pela política”, disse a candidata que pretende focar nas redes sociais para divulgar sua candidatura.

Representatividade

O estudante Alexandre Barbosa (Patriota), que leva o nome do grupo indígena que pertence, os Paresis, nas urnas, disputa uma vaga na Câmara de Tangará da Serra. Apesar de não ter nenhum político na família, diz que sua vocação se deve a admiração e inspiração em sua mãe, que sempre participou de movimentos indígenas e conversava bastante sobre a revolução feita a partir da mobilização.

“Não me vejo apenas um Haliti-Paresi como representante, vejo um indígena representando o Povo Indígena. Minha entrada na política é admiração e vontade de uma cidade melhor, representar a comunidade que moro, Distrito de Progresso e representar meu povo”, relatou.

Alexandre, que já morou na Aldeia Rio Verde, em Tangará, acredita na possibilidade de fazer um bom trabalho na Câmara, apesar de tão jovem. “Acredito que se eu dedicar mesmo ao cargo, consigo ter um foco abrangente. São 4 anos e dá muito bem de trabalhar com minha etnia, com a comunidade onde moro e com os demais problemas da cidade, é só ter objetivo e focar incansavelmente”, opina o candidato que também sonha em cursar faculdade de Direito.

Em Mato Grosso, apenas 0,61% (77) dos 12.628 candidatos estão na faixa etária de 18 a 20 anos. Entre 21 e 24 anos são 259 postulantes (2,05%) e entre 25 e 29 anos, 610 (4,83%). A maior parte dos candidatos, 2.169 (17,18%), tem entre 40 e 44 anos.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
[email protected]

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo