Cuiabá (MT), 09 de agosto de 2020 - 16:37

? ºC Cuiabá - MT

TEMPO

19/09/2019 07:20 www.terra.com.br

Condições para chuva aumentam em MT e MS nesta quinta

Á reas de instabilidade vão se formar sobre parte do Centro-Oeste nesta quinta-feira, 19 de setembro, com condição para pancadas de chuva em vários locais de Mato Grosso e o Mato Grosso do Sul. O calor e a influência de um sistema de baixa pressão atmosférica entre o Brasil, a Bolívia e o Paraguai estimula a formação das nuvens carregadas. As temperaturas continuam muito altas e nos próximos dias Goiânia pode bater recorde de calor histórico.

Na tarde da quarta-feira, 18 de setembro, a população de Alta Floresta, no norte de Mato Grosso, comemorou a chuva moderada a forte que caiu sobre a região. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou aproximadamente 7 mm em 4 horas de chuva. Em Guarantão do Norte choveu 21 mm.

Nesta quinta feira, a previsão é de sol forte na região do Pantanal, no oeste do Mato Grosso, em Goiás e no Distrito Federal, incluindo Goiânia e Brasília. 

A previsão para as demais áreas do Centro-Oeste, incluindo Cuiabá e Campo Grande, é de sol forte durante o dia e pancadas de chuva localizadas entre a tarde e à noite. Em alguns locais pode até chover com moderada a forte intensidade, mas por pouco tempo.

 

Chance de recorde histórico de calor em Goiânia

Toda a Região Centro-Oeste vai ter temperaturas muito elevadas nesta quinta-feira e também na sexta-feira. Goiânia pode bater recorde histórico de maior temperatura para o mês de setembro e para todos os outros meses, desde o Início das medições pelo INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), em 1937.

O recorde  atual de calor para 2019, e também o recorde histórico para um dia de setembro, foi no dia 17 de setembro de 2019,  com temperatura de 39,2°C. 

A maior temperatura já registrada em Goiânia desde 1937 foi 40°C  no dia 18 de outubro de 2015.

Umidade do ar abaixo de 12%

Na região de Brasília, a umidade do ar vai chegar em níveis entre 13% e 20% nas horas mais quentes do dia. Nas demais áreas da Região, sem previsão de chuva, a umidade no ar vai chegar em níveis abaixo dos 12% na tarde desta quinta-feira, estado de emergência. 

A umidade no ar precisa estar acima dos 60% para não ser prejudicial a saúde humana, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
redacao@maxnoticias.com.br

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo