Cuiabá (MT), 04 de dezembro de 2020 - 23:45

? ºC Cuiabá - MT

Polícia

06/10/2020 05:56 Visão Notícias

Suspeito de matar agrônomo em Colíder foge de cadeia em Tapurah, mas acaba recapturado

As policias militar e civil conseguiram recapturar um rapaz de 22 anos que havia fugido da cadeia no município de Tapurah. O foragido estava no município de Itanhangá esperando ser resgatado pelo pai que é morador de Matupá.

De acordo com informações da Polícia Militar o suspeito está sendo investigado por participar do assassinato do engenheiro agrônomo Vinicius Augusto de Souza, 25 anos, em dezembro de 2019 em Colíder.

Após a polícia descobrir o paradeiro do suspeito, foi feito diligências e a prisão do rapaz. Ele foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil em Tapurah onde conseguir escapar depois de cortar dois cadeados.

Uma denúncia feita por moradores anunciou a localização do foragido que foi preso em menos de 24 horas depois de fugir da delegacia. Em conversa com o suspeito, ele disse que estaria esperando pelo pai que viria resgatá-lo. No horário e local marcado o resgate chegou e os policiais acabaram prendendo dois homens em um veículo GM Cruze.

No primeiro momento o pai e um acompanhante negaram o que estariam fazendo na região, mas confessaram após a apresentação do filho. Os três foram encaminhados para a delegacia em Tapurah e depois para Sorriso, segundo uma fonte.

O CRIME

Com já noticiado, o fato lamentável ocorreu durante a noite de (28 de Dezembro de 2019), quando a vitima Vinícius Augusto de Souza, 25 anos, mais conhecido como 'Pancoso' natural de Cuiabá/MT, engenheiro agrônomo e morador do centro de Colíder, estava tomando um lanche, na Lanchonete do Periquito, situada na Avenida Marechal Rondon, principal avenida de comércios da cidade. Os assassinos chegaram em uma moto de cor escura.

Nos relatos colhidos, um dos assassinos, já chegou no comércio de arma em punho. A vítima Vinicius, ainda conseguiu correr para dentro de uma farmácia acabou ficando caído, mesmo assim, o assino ainda disparou mais umas duas vezes contra ele.

Na época do crime, testemunhas relataram, que foram mais de cinco tiros, que foram disparados contra a vítima. Não dando assim a chance de defesa da vítima.

Um crime, que revoltou toda a sociedade colidense e segundo as investigações, o delegado Eugênio, apurou, que os mesmos foram contratados por um mandante e receberam pelo serviço de assassinato.

E na tarde de hoje (29), exatos nove meses após o fato, duas equipes da PJC de Colíder, deflagraram a ‘Operação Sicários’ e cumprirarm dois mandados de busca e apreensões contra os suspeitos, te terem praticado o assassinato, um dos jovens foi preso na cidade de Itanhangá e o outro em Colider.


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
redacao@maxnoticias.com.br

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo