Cuiabá (MT), 24 de fevereiro de 2020 - 01:33

? ºC Cuiabá - MT

HISTORIA

04/05/2018 15:32

Projeto de Lei propõe revitalização do Marco Geodésico da América do Sul

Uma vez que se trata de um dos cartões postais da capital mato-grossense, considerado um dos maiores símbolos turísticos de Cuiabá e o que se observa é que ele está esquecido

 

O vereador Paulo Araújo (PP) propôs na última sessão plenária (03.05) um Projeto de Lei para a revitalização do Centro Geodésico da América do Sul, localizado em frente a Câmara Municipal de Cuiabá, com a implantação da Semana Comemorativa do Marco Geodésico da América do Sul no calendário oficial do município de Cuiabá. Esta que deverá acontecer todos os anos no período de aniversário de Cuiabá, que compreende o dia 08 de abril.
 
A ideia é que as comemorações façam parte do calendário escolar, histórico, cultural e turístico do município, onde o Marco do Centro Geodésico da América do Sul e da Praça Pascoal Moreira Cabral serão revitalizados.
 
Uma vez que se trata de um dos cartões postais da capital mato-grossense, considerado um dos maiores símbolos turísticos de Cuiabá e o que se observa é que ele está esquecido. Já que existem muitos problemas estruturais e estéticos no local, o tornando menos atrativo para qualquer cidadão que apenas passa por lá sem parar para contemplar o ponto central da América.
 
 O objetivo é despertar a relevância do marco para a população ou se fazer conhecido, como uma maneira de preservar a memória histórica, política, educacional e cultural de Cuiabá, bem como valorizar o local turístico.
 
Quanto a revitalização será preciso fazer uma limpeza geral da praça e do marco, substituição do mármore do monumento simbólico, sem sua descaracterização, fixação de hastes com bandeiras do Brasil, do Estado de Mato Grosso, bem como dos países vizinhos da América do sul.
 
Também serão necessárias ações de instalação de iluminação adequada para a visualização do marco e seu entorno, e substituição de placas com informações sobre o marco.
 
Caberá a Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a Câmara Municipal de Cuiabá, promover estes serviços assegurando a sua continua preservação.
 
Já para a Semana comemorativa do marco do Centro Geodésico da América do Sul o que se propõe é a visitação das comunidades escolares de Cuiabá, da população Cuiabana, além da nacional ou internacional.
 
Como é sabida, a descoberta e a determinação do local exato do Centro Geodésico da América do Sul se devem ao Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, que durante a execução de seus trabalhos sempre ordenava aos seus auxiliares que colocassem marcos por onde passava, os quais eram fundamentais para a localização posterior e certificação dos locais estudados.
 
A Praça Paschoal Moreira Cabral tem história por influência européia. Segundo historiadores o campo d’Ourique foi o Largo da Forca, Praça de Touros, Praça do Alegre (local onde eram montados os circos que visitavam a capital).
 
O campo era usado para castigar os escravos e também para enforcar os condenados pela justiça. Posteriormente, passou a se realizar no local as famosas touradas cuiabanas, o que movimentava muito a cidade. E somente em 1909 foi construído ali o marco simbólico de alvenaria pelos membros da comissão Rondon, que atualmente é o ponto turístico importante da capital, uma vez que é considerado o marco de identidade do município cuiabano possuindo um papel relevante para história desta capital.
 
"Como legislador reconheço a importância e a significação da preservação da memória para construção da cidadania e esteio de nossa identidade cultural", conclui o vereador proponente do projeto, Paulo Araújo (PP).
 
Por Beatriz Saturnino - Da Assessoria de Imprensa do vereador Paulo Araújo

Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102
redacao@maxnoticias.com.br

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo