Cuiabá (MT), 11 de abril de 2021 - 20:52

? ºC Cuiabá - MT

Análise e Opinião.

12/04/2021 08:03

ATENDIMENTO PERSONALIZADO É O DIFERENCIAL NAS SOLUÇÕES PARA O SEGMENTO EDUCACIONAL

Após anos de experiência em marketing educacional, em 2013, Helen Toyama tomou a decisão de abrir sua própria empresa de soluções em atendimento e vendas para o segmento educacional. Mais de sete anos depois, a Persone Educação é reconhecida pelo atendimento personalizado.

A CEO e fundadora da Persone Educação tem participação ativa em processos de reestruturação organizacional e planejamento estratégico com Balanced Scorecard, também se destaca por desenvolver parcerias estratégicas ou comerciais com empresas como Apple, Microsoft, J&J, Embraer, Cisco, SAP.

Tem larga experiência no mercado de gestão de vendas. Ao longo de sua carreira passou por grandes players do setor educacional, atuando como gerente de marketing, diretora administrativa e consultora em empresas como Insper e Hoper. É bacharel em Publicidade e Marketing pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e pós graduada em Gestão de Vendas pela ESPM.

Nesta entrevista para o Portal Empreendedor, ela conta um pouco mais da trajetória e o desafio de ser mulher no mundo dos negócios.

1 - Conte um pouco da sua trajetória

A Persone começou em 2013, quando após ficar desempregada, decidi aceitar o convite de alguns amigos e auxiliá-los prestando serviço nas áreas de marketing e comercial para as instituições de ensino para o qual trabalhavam. Na época chegamos a atender até seis instituições ao mesmo tempo, no redesenho e otimização do processo de captação de novos alunos, implantando automações suportadas por tecnologia.

2 - Como foi a evolução do negócio?

Nosso divisor de águas ocorreu já em 2014, quando participamos de uma concorrência para estruturar a Central de Pós-graduação do grupo Estácio, um dos maiores grupos educacionais do país. Em 12 meses de projeto, com intensa dedicação, aumentamos a captação de alunos em 60%. A Estácio saiu de 13.000 em 2014 e, em 2018, quando saímos, era a maior pós-graduação do Brasil, com mais de 60.000 alunos presenciais e a distância.

Esse foi um dos nossos primeiros cases, mas nestes 7 anos tivemos a oportunidade de participar de muitos projetos importantes para o nosso aprendizado, principalmente em função da inovação nos processos: Reestruturação da Central de Vendas do Grupo Cultura Inglesa Rio de Janeiro, antes da venda para o Gera Venture; Implantação da Central de Vendas para os cursos preparatórios do Descomplica, Implantação da Central de Captação unificada para o Grupo Anima, Reestruturação da Central de Captação do Grupo DeVry, Reestruturação da Central de Captação e Atendimento ao Aluno da Universidade Braz Cubas, Implantação da Centra de Vendas do Grupo Cultura Inglesa São Paulo.

3 - Hoje a empresa continua expandindo?

A Persone Educação já atendeu mais de 50 Instituições de Ensino no Brasil, entre Escolas de Idiomas, Escolas de Educação Básica, Grupos Educacionais de Ensino Superior, sendo que, dos 10 maiores, nós já atendemos cinco deles.

4 - Enfrentou desafios por ser mulher? Quais?

Para as mulheres executivas, eu acho que o desafio está em gerir a carreira e a família. Esse é o ponto mais difícil: o equilíbrio entre o cuidar da empresa, ser bem-sucedida - o que exige muita dedicação e, inclusive, horas do seu dia, e que reduz o tempo com seus filhos -, e estar presente para a família. Agora, com uma criança pequena, o que eu faço é tentar aproveitar o máximo possível, o pouco tempo que eu tenho com os meus filhos, e que seja um tempo de qualidade.

5 - Quantos filhos você tem e quais as dicas para outras mulheres?

Eu tenho dois filhos, mas eu brinco que na verdade são três: a Julia, o Anthony e a empresa. Quando você tem a sua empresa, a estrutura e seus colaboradores são seus filhos, e o meu maior desafio é equilibrar tudo isso. Quando a gente fala de vida profissional e pessoal, não é tão simples, porque significa administrar as relações: no profissional, administrar as suas relações seja com seu time direto ou indireto, clientes, funcionários, fornecedores etc.; e administrar a sua família, também significa administrar a casa. Você até pode ter alguém que cuide da sua casa, do seu filho, mas você tem que administrar essas relações. Além das relações com os filhos, marido, família do marido, sua família, amigos.. Esse é o maior desafio como mãe e empreendedora.

6 - Sem esquecer o lado pessoal, o autocuidado, certo?

Sim! Tem uma questão muito pessoal, que eu considero que pesa muito nesse processo, é que a gente acaba se esquecendo enquanto mulher. Então se eu puder dar uma dica é reservar um tempo para você, para se cuidar, fazer aquilo que quer e gosta. Esse equilíbrio é o mais desafiador, eu acho, como empreendedora e como mulher.


Fonte: Empreendedor

Publicado por Marcos Davi Andrade


Fale Conosco

Fone (65) 3023-2102

Patricia Bueno Mussi
redacao@maxnoticias.com.br

 

 

Assessoria Jurídica.

Marcos Davi Andrade

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados.
Max Notícias.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo